quando o tudo é demais



quando o tudo é demais, estamos sempre a tempo de voltar atrás. pena que nunca aprenda. pena é que nunca entenda. pena que as palavras não cheguem e no entanto magoem tanto.

claramente à frente cheia de vontade em direcção à parede de betão.

1 comentário:

delilah disse...

ai meu amor que até senti um nó no peito! às vezes é mesmo assim, as palavras não chegam, a dor não passa e tudo é demais! mas aos de sempre e que sempre merecem, não é preciso voltar atrás. a vida há-de sorrir de qualquer uma das maneiras :)
beijinho meu amor
txi goisto :P