'muito, meu amor'

I never want to see you unhappy
I thought you'd want the same for me



Há uma espécie de 'saber bem' na noite de hoje. Foi um entorpecimento de sentidos que esqueci na memória quando mais me doeste...
uma sensação invulgar e não estranha.
Apenas sal familiar, analgésico e um estimulante que reconheço (receita que pensava ter deitado fora). Dou-me conta que já havia esquecido como doía. Reconheço que amei mais do que o meu abraço conseguia alcançar. Que o meu beijo foi mais doce e uns lábios amargurados não são doces. Que as palavras foram mais, foram maiores porque não estavam habituadas. Porque foi tudo tão alto e eu sou pequena e acho que, ainda assim, posso chegar ao topo de tudo.
Sinto muito e tanto.
Foste-me uma história, foste-me uma prece. Um exagero que lamento. A rapariguinha continuará a ser pequenina, linda guerreira...uma tonta...assim.
Um dia ouvirá 'Foste assim'

E a ela responderei - Meu amor, não existem histórias de amor. Só o amor a fazer história [?]


You took my hand and danced with me
Images

I should've known you'd bring me heartache

Almost lovers always do

1 comentário:

Fallen, The Countess disse...

Uiii...Que se passa miuda? Ele anda a portar-se mal? Paulada no homem!!! E forte!! Beijoca ;)